O site Barras On Line publicou trechos extraídos de parte da gravação de uma conversa entre o Francisco Sobrinho, editor do site Barras Virtual (e uma espécie de secretário de comunicação da Prefeitura de Barras), com  o atual Secretário de Obras da Prefeitura da Terra dos Poetas. Na gravação fica evidenciado que há desentendimentos entre os próprios governistas e o prefeito Edison Sérvulo. Na gravação, Francisco Sobrinho e o secretário municipal de obras, conhecido popularmente pelo apelido de Babá, afirmam ainda que há troca de apoio político ao prefeito, por obras públicas na administração municipal.
Abaixo, na íntegra, o Tribuna de Barras transcreve a publicação do Barras On Line:
FRANCISCO SOBRINHO: (referindo-se às estradas da região de atuação do Vereador Antonio Leite, sobretudo Canto Escuro, Fazenda Lourdes e Axixá): a estrada só foi feita lá, porque o Antonio Leite foi pro lado do Edilson e pediu as estradas... a comunidade sabe disso...
(Falando com o Secretário de Obras da Prefeitura, que também é primo do Prefeito): Ai, Babá, Você, que é por aí...assim o mestre de obras...botou no bolso o Marcelino Rêgo... dizem na cidade a história que tem do estádio pra cima... daculá... é que o Babá deu  as contas... aposentou o "engenheiro" Marcelino Rêgo... botou no bolso!
FRANCISCO SOBRINHO: As máquinas, hoje, estão lá, a onde?
SECRETÁRIO BABÁ: é o seguinte... a sede das máquinas é no Barreiros... porque... porque  lá a gente... é onde a gente tá levando a piçarra pro Axixá e Canto Escuro...
FRANCISCO SOBRINHO: Você vai trazer as máquinas de lá, quando?... agora vocês estão fazendo a estrada do Bosque ali... é... saindo das Areias pro Bosque... Fazenda Lourdes... Deixa eu perguntar outra coisa... agora não é mais o Marcelino, não... deixa eu perguntar outra coisa... Babá, vocês fizeram essa estrada... não sei se era tu ou o  Marcelino, ainda... daqui das Pedrinhas, para a Indignada, da Lúcia Lages... de lá ainda ficou as Cancelas, não sei mais o quê, o Cercado... parece que é assim que eles chamam lá... da Baixa Fria pra sair no Assentamento, por dentro... não foi feita, não?... ai fizeram até a Lúcia Lages,  que ela ainda estava com o Capote, na época... eles disseram  que iam dar um boi... não sei quantos litros de uísque... lá na Indignada, pra  comemorar essa estrada... a estrada foi só até lá, não foi mais pra frente, não, né?... de lá pra frente são mais de cento e poucas famílias... tem que rever isso, Babá... a perca... porque a gente tá sempre achando que tamos na frente, depois... o Renan, da Lúcia, por conta de 25 votos não se elegeu Vereador...
SECRETÁRIO BABÁ: rapaz o problema é que a coisa real é diferente. O Agnaldo pegou o maquinário novo. Uma equipe zerada para ele... e deixou a máquina no dia 01 de Dezembro... moço até eu arrumar tudo foi serviço! O trator de esteira tava lá no (inaudível) quase um ano abandonado... agora vou explicar o problema dele lá:  uma polca... Aí, Edilson, me dá R$ 1.000.00 , aí (rapaz pra que esse dinheiro?) , não rapaz... pra tocar fogo... rapaz é pra arrumar lá o trator de esteira... Olha, essa pá carregadeira... estavam acabando com ela... aquela bicha não é pra cavar piçarra. Ela já foi trocada antes quatro conversor. Sabe quanto custa um? R$ 2.800,00... agora por conta de quê?  Porque ela tá cavando piçarra
FRANCISCO SOBRINHO: qual foi a primeira estrada que você fez?
SECRETÁRIO BABÁ: foi essa do Canto Escuro/Axixá... em um mês e quinze dias ele (Agnaldo) nessa estrada, ele fez 200 metros... Eu, em oito dias, terminei a estrada... e lá está a estrada feita...
FRANCISCO SOBRINHO: essas estradas que o Agnaldo fez, a pedido do prefeito, ou de outro político, do lado do prefeito... mas foram muitas estradas... Você acha que elas rendem muitos votos para o vereador Agnaldo, ou elas rendem muitos votos para o prefeito Capote?
SECRETÁRIO BABÁ: rende mais voto para o vereador... então ele mandava botar piçarra na porta das casas e se auto-beneficiava...
(*) Matéria extraída do site Barras on Line
           
Reações:
 
Top