Um das ruas do centro de Barras. Denúncias se acumulam contra a
administração do prefeito Edílson Sérvulo e ninguém diz nada no Palácio Casa Rosada.


Os proprietários de veículos que prestam serviços à Secretaria Municipal de Saúde, no transporte das equipes do Programa Saúde da Família (PSF), estão há três meses sem receber seus pagamentos. A denúncia é do site Barras on Line, transcrita pelo Tribuna de Barras.
A situação é critica, porque os locatários têm dificuldades para honrar compromissos com postos de combustíveis e outros fornecedores.
Segundo informações, a categoria tem procurado a Betinho Veiculo, empresa responsável pelo pagamento e a mesma garante que ainda não liberou os recursos, porque a Secretaria Municipal de Saúde, não tem repassado regularmente o valor destinado ao cumprimento do contrato licitatório, entre esta e a Prefeitura de Barras, objeto da terceirização desses serviços.
O fato é que, a Secretária de Saúde, enfermeira Lucinete Nunes de Carvalho, precisa explicar à comunidade o que está acontecendo com os recursos, oriundos das transferências governamentais para o órgão que representa. Mostrar, dentre outras coisas, os dados financeiros encontrados na Secretaria, quando assumiu o compromisso de melhorar as condições do Sistema Único de Saúde, neste município, para que mais tarde não venha a ser penalizada por omissão.
A situação beira o caos. Faltam médicos em alguns postos, em outros, esses profissionais não aparecem para trabalhar regularmente, deixando de atender aos usuários
(*) Fonte: Barras on Line
Reações:
 
Top