Saindo da Praça da Vitória, centro de Oeiras, bela cidade histórica do sul do Piauí, a Procissão do Fogaréu composta somente por pessoas do sexo masculino, seguiu iluminando as ruas. Cada participante carregava uma tocha acesa, enquanto as luzes do centro histórico foram apagadas, sob os olhares das mulheres, que acompanhavam da porta das suas casas, assistindo a caminhada dos homens. O evento religioso marcante da Semana Santa no Piauí tem o comando do Bispo da Diocese de Oeiras, Dom Juarez Sousa, que é natural de Barras.

Dom Juarez Sousa
A Procissão do Fogaréu, realizada em poucas cidades do Brasil, é formada apenas por homens, devido a uma tradição secular que representa o momento em que os soldados romanos saíram às ruas em busca de Jesus. Os homens saem em procissão levando tochas acesas, após a iluminação pública da cidade ser desligada.

A procissão reúne fiéis de diversos municípios piauienses e de outros estados e faz parte do calendário da Semana Santa mais tradicional do Estado. O Fogaréu sai da Catedral de Nossa Senhora da Vitória com os homens cantando hinos de louvor ao som da matraca e percorre as ruas do centro histórico de Oeiras, retornando ao ponto de partida. Na volta, no adro da Catedral, os romeiros assistem ao sermão do Fogaréu.

A Semana Santa em Oeiras começou no dia 26, com a Procissão da Fugida, quando fiéis levaram a imagem de Jesus da catedral de Nossa Senhora da Vitória para a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, de onde retornou no dia seguinte, na Procissão de Bom Jesus dos Passos.

Além da Procissão do Fogaréu, o calendário destaca ainda as procissões do Senhor Morto, na Sexta-Feira da Paixão, e a do Senhor Ressuscitado, no Domingo da Ressurreição.








Reações:
 
Top