Lascou! O Piauí agora quando não empata, perde!
Desacreditada, a Raposa rubro-negra saiu em campo do estádio Albertão, em Teresina, na tarde deste sábado (28), revigorada. Nada como vencer um clássico... Mesmo que por 1 a 0.

O gol de Joniel, aos nove do primeiro tempo, caiu como uma luva no esquema do treinador Jorge Pinheiro. O atacante, que marcou de pênalti, decidiu no único lance real de perigo construído pelo Flamengo-PI.

A pressão do Piauí, por outro lado, não funcionou. A movimentação até o gol de Preto fluía, mas a finalização rubro-anil ainda carece. A qualidade do meia Jarbas, que retornou ao Fla-PI, pesou, desequilibrou. No segundo tempo, nos contra-ataques, a Raposa não conseguiu ampliar, enquanto o desespero pelo placar do time de Paulo Moroni deu o tom.

A vitória deu credibilidade ao Esporte Clube Flamengo, que faz o RIVENGO com o arquirrival River. A derrota preocupa o Piauí, que estreia na Copa do Brasil na terça-feira, contra o Salgueiro. 

River sofre, mas vence o Parnahyba por 2x1 na rodada dupla do Albertão



A pressão sofrida pelo River fora de campo pelo mau início de Campeonato Piauiense foi levada a campo. A ebulição tricolor se refletiu em tensão no duelo com o Parnahyba neste sábado, no Albertão, em Teresina. Depois de começar mal e sofrer o gol assinado por Thiago Lima, em sua estreia pelo Tubarão, o Galo reagiu só após as pitadas de tempero do mestre cuca Flávio Araújo. As mexidas do treinador durante o confronto mudaram a dinâmica do jogo. Fabinho brilhou e deu nova cara ao time com o gol de empate. Esquedinha, de pênalti, sacramentou a primeira vitória tricolor no estadual após semanas à míngua: 2 a 1.
Reações:
 
Top