Depois de suportar uma grande pressão do Fortaleza, sustentando o 0 a 0 até os 44 minutos do 2° tempo, o River não conseguiu manter sua invencibilidade e acabou derrotado pelo Fortaleza na noite desta terça-feira (03), na Arena Castelão, em Fortaleza, sofrendo dois gols e sendo derrotado pelo tricolor cearense por 2 a 0.
Um resultado justo, ressalte-se, pois foi do Fortaleza as chances mais cristalinas de gol, com o goleiro Naylson se constituindo no grande destaque da partida, operando defesas quase impossíveis. Na primeira fase, quando o Fortaleza foi superior, foram três defesas sensacionais de Nauylson. Mas o grande lance ainda estava por vir.
Decorriam 30 minutos do 2° tempo quando Everton acertou em cheio, com a cabeça, na entrada da pequena área, cara a cara com o goleiro riverino, mas Naylson operou o milagre e mandou a escanteio. Antes, Lúcio Maranhão também teve excelente chance, em brilhante jogada de Vinícius Hess, mas cabeceou para fora.
Merecem registros algumas chances criadas pelo ataque do campeão piauiense. Como um chute de Tote, que foi desviado por Adalberto e por muito pouco não termina em gol. Deola fez grande defesa. Nos últimos quinze minutos, o River até cresceu de produção, mas uma falha de marcação pôs tudo a perder, no final da partida.
Correia cobrou falta, levantando a bola para a área. Houve o desvio e Daniel Sobralense, praticamente livre, chutou sem chances para Naylson. Gol do Leão. No minuto seguinte, foi a vez de Tinga receber livre e marcar o segundo gol, erradamente anulado pelo árbitro, que assinalou impedimento que não houve.
Aos 48, porém, o segundo gol viria em outra falha de marcação, com Maranhão servindo a Lúcio Maranhão, que entrava livre pela direita e, diante da saída de Naylson, ficou sozinho para dar números finais ao marcador. Vitória justa do time alencarino.
FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2x0 RIVER (Copa do Nordeste - 1ª fase - 4ª rodada - Grupo D); Data: 03/03/2015 (terça-feira à noite); Local: Arena Castelão (Fortaleza - CE); Arbitragem: Ítalo Medeiros de Azevedo, auxiliado por Luís Carlos Câmara e Jean Márcio dos Santos (todos do Rio Grande do Norte).
Renda: R$ 85.858,00 com 6.208 pagantes (254 não pagantes).
Público total: 6.462 torcedores.

Gols: Daniel Sobralense 45 e Lúcio Maranhão 48 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Maranhão (FOR), Rogério, Tote e Paulo Paraíba (RIV).
Fortaleza - Deola; Tinga, Lima, Adalberto e Wanderson; Vinicius Hess (Márcio Diogo), Corrêa, Auremir (Maranhão) e Samuel (Everton); Daniel Sobralense e Lúcio Maranhão. Técnico: Marcelo Chamusca.
River - Naylson; Tote, Paulo Paraíba, Índio e Hugo Figueiredo; Amarildo, Esquerdinha (Thiago Marabá), Rogério e Júnior Xuxa (Luís Augusto); Warley (Lucas Bacelar) e Fabinho. Técnico: Flávio Araújo

(*) Texto: Severino Filho, Site do Buim


Reações:
 
Top