River perde mais uma vez levando gol nos acréscimos e
abandona precocemente a Copa do Nordeste.

Fortaleza (CE) - Uma vitória mais que sofrida. Depois de um comportamento apático no 1º tempo, o Ceará assegurou a vitória por 1x0 sobre o River na etapa final. Três pontos que garantiram a liderança do Grupo D da Copa do Nordeste. São nove pontos contra oito do Fortaleza, segundo colocado. Mérito para o atacante Magno Alves, que entrou em campo para dar o passe do gol feito por Marinho, aos 46 minutos. O time piauiense está em terceiro lugar na chave com cinco pontos, sem mais chances de classificação.



Sem Magno Alves, que começou o jogo no banco de reservas, o Ceará entrou em campo com uma formação diferente. O técnico Silas Pereira lançou William, Assisinho e Marcos Aurélio com a responsabilidade de buscar as finalizações.


O gramado do estádio Presidente Vargas estava pesado, por conta das chuvas dos últimos quatro dias. Assim, Ceará e River tiveram restrições no toque de bola. Valia mais a força e os passes de longa distância.

O Alvinegro chegava em boas ações de William, que tentava em jogadas pelo alto ou em chutes a gol de fora da área. O Ceará, no entanto, pecava na pontaria. Ricardinho e Assisinho, por exemplo, arriscaram várias vezes de longe, mas sem sucesso.   

A melhor chance do River aconteceu aos 30 minutos. Em jogada rápida com Eduardo, Esquerdinha foi lançado dentro da área e finalizou. Bem posicionado, o goleiro Luís Carlos levou a melhor e cortou o chute do atacantec piauiense. 
No intervalo, Silas Pereira lançou Wescley na posição de Marcos Aurélio. Tentava dar mais mobilidade no setor ofensivo. Mas o Ceará não voltou bem. O River tinha mais pose de bola e levava perigo permanente à defesa alvinegra. Em algumas ocasiões, exigindo boas intervenções do goleiro Luís Carlos.

Sem mudança de postura, o Ceará já enfrentava protestos da torcida. Silas ameaçou tirar Assisinho. Levou vaias. Aos 20 minutos, a pedido da arquibancada, finalmente colocou Magno Alves em campo no lugar de William.

A entrada de Magnata colocou fogo na partida. O Vovô cresceu no jogo e passou a impor pressão. Aos 39 minutos, a melhor chance. Ricardinho pegou de primeira de fora da área. A bola explodiu na rede, dando a impressão de ter entrado. A torcida chegou a vibrar gol. 
Mas valeu o esforço. A arbitragem deu seis minutos de acréscimo na partida. Aos 46 minutos, Magno Alves fez um cruzamento majestoso na área. Marinho chegou em velocidade e mandou para o gol. Alívio da torcida. A vitória alvinegra estava decretada no PV.

FICHA TÉCNICA 

Ceará 1x0 River 

Local: Estádio Presidente Vargas

Data: 10/3/2015
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Ubiratan Bruno Vieira (RN) e Bruno César Chaves Vieira (PE)
Renda: R$ 44.783,00
Público: 5.226 pagantes (764 não pagantes)
Cartões amarelos: Índio (R), Luís Augusto (R)
Gols: Marinho, aos 46min do 2º tempo

Ceará: Luís Carlos; Samuel, Gilvan, Charles e Sandro Manoel; Fernandinho, Uillian Correa (Marinho), Ricardinho e Marcos Aurélio (Wescley); William (Magno Alves) e Assisinho. Técnico: Silas Pereira 
River: Naylson; Tote, Paulo Paraíba, Índio e Amarildo (Peter); Rafael Araújo, Thiago Marabá (Luís Augusto), Thiago Dias e Eduardo; Esquerdinha (Lucas Barcelar) e Hugo Figueiredo. Técnico: Flávio Araújo
Reações:
 
Top