O prefeito de Barras, Edílson Sérvulo, tornou público as dificuldades financeiras enfrentadas pelo Município devido a má gestão dos prefeitos nos últimos 10 anos.

O sucateamento financeiro da Prefeitura de Barras nas administrações de Manim Rego, Chico Marques e do próprio prefeito Edílson Sérvulo, fez com que Sérvulo resolvesse entregar o Hospital Leônidas Melo ao Estado. O hospital hoje atende pessimamente a todos os municípos da chamada Região da Grande Barras. Em determinados momentos até tiroteio já houve dentro do hospital devido a falta de atendimento, além de todos os aparelhos de ar-condicionado terem sido roubados.

Com as presenças de outros prefeitos dos municípios da Região da Grande Barras e profissionais da área de saúde, foi realziada reunião na tarde desta Quarta-feira (11) no Palácio Casa Rosada - sede da Prefeitura de Barras.

Uma ação da Justiça já havia determinado o retorno do Hospital Leônidas Melo ao Estado, reconhecendo que o Município de Barras não tem condições financeiras de regí-lo.

O Secretario de Estado da Saúde, Francisco Costa, informou e prometeu  constituir uma comissão técnica  para administrar o Leônidas Melo, que agora deverá passar a ser gerenciado pelo Governo do Estado do Piauí. Francisco Costa afirmou que as parceiras com os municípios da Região da Grande Barras irão continuar.

Reações:
 
Top