A pujança de Teresina, uma das cidades que mais se desenvolvem no norte do Brasil
O Piauí ocupa a 23ª posição no ranking de renda per capita domiciliar do Brasil, referente ao ano de 2014. Diferente da ideia disseminada de que, tirando o Maranhão, somos o Estado com os piores salários do país, a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que estamos à frente de outros três Estados: Ceará, Pará e Alagoas.
O maior rendimento domiciliar per capita do país em 2014 foi do Distrito Federal, R$ 2.055, e o pior foi o do Maranhão, R$ 461. A renda do Piauí foi R$ 659, se assemelhando a Estados considerados em pleno desenvolvimento, como a Bahia, cujo rendimento foi de R$ 697, o Rio Grande do Norte (R$ 695) e a Paraíba (R$ 682).
A média brasileira da renda mensal domiciliar per capita era R$ 1.052 no ano passado. Dessa forma, os rendimentos per capita do Piauí representam 62,64% da média do país. 
A pesquisa
A divulgação atende à lei que estabelece os novos critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e define os valores a serem repassados ao Tribunal de Contas da União (TCU). Cada domicílio da amostra foi visitado cinco vezes - uma vez em cada cinco trimestres consecutivos.
Reações:
 
Top