Irresponsabilidade da diretoria do Barras e falta de compromisso para com a juventude e o esporte por parte da Prefeitura de Barras, castra o sonho de 35 meninos de disputarem o Campeonato Piauiense Sub-15.
Acabou o sonho para cerca de 35 meninos entre 12 e 15 anos, treinados diariamente há dois meses pelo técnico Zezé Tiúba e o preparador físico Arturo Marques, visando disputarem pelo Barras Futebol Club o Campeonato Piauiense Sub-15.

A falta de pagamento de uma taxa anual pela diretoria do Barras junto a FFP - Federação de Futebol do Piauí, no valor de R$ 2.500,00 foi o estopim. 

A FFP estipulou até a última Sexta-feira (27 de Fevereiro) para que os clubes profissionais que se inscreveram para disputar o Piauiense Sub-15 pagassem taxa no valor de R$ 2.500,00 e os que não tem registro profissional no valor de R$ 700,00. 


O Barras tem como presidente Laércio Vinícius, que publicamente já falou que "não investe em categoria de base", mostrando falta de profissionalismo e comprometimento para com uma das causas mais justas que devem ser defendidas por uma agremiação futebolística. 

Cerca de 90% dos jogadores Sub-15 do Barras são alunos do Projovem, programa do Governo Federal, sendo a maioria deles carentes em vários sentidos. Vendo agora virar pesadelo o antes bom sonho acalentado de disputarem o Campeonato Piauiense Sub-15, resta o desânimo para esses pré-adolescentes e adolescentes, que estimulados pelo técnico Zezé Tiúba e o preparador físico Arturo Marques, viam no esporte uma forma de melhor sociabilização, entretenimento e vida saudável numa sociedade onde a juventude vive a se afogar em copos pelos bares da vida, quando não em drogas.

Edílson Sérvulo,  prefeito de Barras e também presidente de honra do Barras Futebol Club, ficou de pagar a taxa de R$ 2.500,00 junto a Federação de Futebol do Piauí - FFP, mas segundo Ananaias Araújo Filho o boleto de pagamento teve a data vencida e o prazo estipulado pela FFP terminou sendo esgotado. O editor do tribunadebarras.com, Reinaldo Barros Torres, por diversas vezes tentou conversar com o prefeito Edílson Sérvulo para resolver a situação e permitir essas crianças barrenses de realizarem seu sonho, mas o telefone do prefeito chama, chama... e não atende!

No último final de semana os meninos do Barras Futebol Club disputaram um torneio quadrangular em Teresina, mas grandes foram as dificuldades enfrentadas devido a falta de apoio na cidade de Barras. Parte da alimentação dos atletas foi paga por Reinaldo Barros Torres, pois em Barras ninguém quiz ajudar!

A editoria do Tribuna de Barras manteve contato hoje (5) com a Federação de Futebol do Piauí - FFP, que informou que a tabela do Campeonato Piauiense Sub-15 já foi feita e publicada e que infelizmente o Barras Futebol Club está fora da competição devido a falta de pagamento da taxa de inscrição, dinheiro que com certeza não faltaria se fosse para pagar bandas de música de péssima qualidade para tocarem em praça pública ou para comprar cachaça para dar para muitos irresponsáveis eleitores que alimentam a política do "pão e circo".



Reações:
 
Top