Foto do ex-prefeito de Esperantina/PI tendo sua cabeça raspada em presídio revoltou a muitos piauienses, que questionavam o mesmo tratamento não dado aos chamados "bandidos de elite do PT", presos em Brasília.
Márvio Siqueira,  advogado de defesa do ex-prefeito de Esperantina/PI, de Felipe Santolia, informou em entrevista ao Jornal do Piauí, da TV Cidade Verde/SBT,  desta Quarta-feira (25) que já protocolou um pedido de revogação da prisão preventiva decretada contra o ex-prefeito.
Segundo ele, o pedido foi expedido sob a alegação de "falta de interesse processual", porém como suas primeiras medidas, o advogado já confirmou que foram dadas as justificativas necessárias pela ausência de Felipe a audiências anteriores e já foram colocados autos processuais firmando o compromisso do réu.
"Pedimos a revogação da prisão, com interesse processual definido e a devida justificativa e compromisso de comparecimento espontâneo a todas as audiências caso a prisão seja revogada.   Santolia teve perdas familiares que motivaram suas últimas faltas como a morte do pai e logo em seguida a do irmão e quanto estava retornando para o Piauí sua irmã foi internada para um tratamento contra um câncer em São Paulo", explicou o advogado.
Por ser uma prisão preventiva, o acusado deveria ser levado para a delegacia, porém, por medida de segurança, Felipe Santolia foi levado para o presídio de Esperantina. O advogado afirmou que ainda não apurou se a decisão da transferência foi um pedido de Santolia, mas reforçou que a prisão é preventiva e ainda não há condenação.
(*) Graciane Sousa e Rayldo Pereira, Cidade Verde
Reações:
 
Top