Sargento José Carcará, bom
trabalho na elucidação de crimes
em Barras.
Um fato banal foi motivo de um assassinato em Barras na madrugada desta Segunda-feira (29). Um jovem de 24 anos, Antonio Marcos de Sousa, foi atingido por três balas em uma seresta no bar chamado Meu Xodó, no Bairro Sâo Cristóvão. O assassino Edmar de Sousa Santos, 26 anos, mais conhecido como "Lourinho do Pó", puxou a arma após Antonio Marcos ter tropeçado nele sem querer. Segundo as testemunhas, este foi o único motivo do crime.

Segundo o sub-comandante do Batalhão da Polícia Militar de Barras, Sargento José Carcará, o fato aconteceu exatamente à 1h30min e o Lourinho do Pó fugiu do local e está sendo procurado pela polícia. Há suspeita de que seja traficante de drogas e que estaria sob efeito de entorpecente no momento do assassinato. As balas atingiram o ombro, a cabeça e o peito direito da vítima.

Lourinho do Pó, acusado
do assassinato
"Edmar já estava sendo monitorado pela polícia, pois em Novembro após uma arruaça no Bairro Santinho. Em Novembro, ele efetuou seis disparos no meio da rua e fugiu para Teresina. Depois se apresentou com um advogado. O arruaceiro mora no Bairro Monte Verde, zona norte da Capital. Em Barras tem uma residência na Vila Padre Mário", diz o Sargento José Carcará.

O Sargento José Carcará pede para quem souber do paradeiro de Edmar (o Lourinho do Pó), que entre em contato de imediato com a polícia através do telefone (86) 3242-2300. Na foto que ilustra esta matéria do tribunadebarras.com, ele aparece com o cabelo descolorido, mas atualmente ele está com o cabelo preto.

O cidadão morto por "Lourinho do Pó"

(*) Com informações do longah.com
Reações:
 
Top