Água Branca: o resgate da história do Barras Futebol Club em fotos, camisas, recortes de jornais,
troféus, banner's usados pelo time...
Um verdadeiro museu! Ivaldo Rômulo Sousa, funcionário do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Água Branca, cidade localizada a 210 quilômetros ao sul de Barras e 96 quilômetros ao sul de Teresina, é o que se pode chamar de fervoroso torcedor do Barras Futebol Club.

Tudo começou em 2008 quando foi fundado um Núcleo de Futebol Junior do Barras na cidade do Médio Parnaíba Piauiense usando inicialmente jogadores da então "Escolinha do Professor Ivaldo". Projeto esse de muito sucesso, é bom que se diga.

Ivaldo Rômulo com os jogadores
Eliéser, Renan e Paulo Nunes
Com a instalação do Núcleo de Futebol Junior do Barras em Água Branca, jogadores de várias cidades da região, como: Hugo Napoleão, Agricolândia, Barro Duro, Monsenhor Gil, Elesbão Veloso, Valença do Piauí, Angical, São Gonçalo, Regeneração, Jardim do Mulato, Olho D'Água do Piauí, Passagem Franca do Piauí, Lagoinha do Piauí, Lagoa do Piauí e Dermerval Lobão, passaram a vestir a camisa do Bafo, formando também uma verdadeira legião de torcedores nessas cidades. O Barras com jogadores do Núcleo de Água Branca jogava em várias cidades de norte a sul do Piauí, sempre viajando de forma confortável e com estrutura das melhores. Trabalho organizado, com farto material de treino e jogo e uma estrutura superior até a de alguns clubes profissionais que participaram do campeonato piauiense da divisão de profissionais nos anos de 2008, 2009, 2010, 2011, período em que o núcleo de base do Barras esteve funcionando em Água Branca. Patrocinadores renomados também tinham suas marcas estampadas nos uniformes do time, como por exemplo a internacional Mc Donald's, o hospital Neurocentro, Eletrobras, Gatorate, Construtora São Roque, portal 180graus, tudo graças a um trabalho que unia responsabilidade administrativa, compromissos em dias e muita vontade de trabalhar e mostrar o melhor. 

O trabalho do Núcleo do Barras em Água Branca logo ganhou projeção em todo o Estado. Passaram a ser diversos os convites para o time atuar em várias cidades do Piauí e ainda nos estados do Maranhão e Ceará. A imprensa também prestigiava bastante o trabalho e os jogadores eram constantes alvos de entrevistas ao vivo em estúdios de televisões e emissoras de rádio. Sempre muito bem vestidos, com uniformes de passeio de primeira qualidade, os atletas mostravam orgulho em desfilarem por onde andava o time vestidos com a logomarca (escudo) do Barras.

Time entrando em campo sob tapete vermelho

No Campeonato Piauiense Sub-18 de 2010, o Barras, formado com jogadores do Núcleo de Água Branca, tinha o time sensação da competição, mas sucumbiu-se na semifinal ao perder para o Fluminense Esporte Clube, de Teresina.  Num dos jogos a diretoria estendeu no Estádio Albertão um tapete vermelho para que os jogadores entrassem em campo enquanto um show pirotécnico de 5 minutos explodia no ar; nesse jogo o Barras venceu o Krac por 2x1. O feito do tapete vermelho para um time entrar em campo é o único que a história registra no futebol brasileiro.

Mural com fotos do trabalho do professor Ivaldo Rômulo

O professsor Ivaldo Rômulo desde o início do trabalho em Água Branca tornou-se o técnico e administrador do projeto. O resultado veio de boas apresentações nos campeonato piauiense sub-18 dos anos de 2009, 2010 e 2011. Em alguns momentos os torcedores residentes em Barras chegaram a criticar algumas situações de estrutura do time profissional focando na condição de o "Núcleo de Água Branca está mais estruturado".  É bom lembrar que o Núcleo de Água Branca tinha também a ajuda financeira da administração do prefeito Zito através do seu secretário de esporte Valmir Tavares de Sales, que cediam o transportes e em muitas das vezes a alimentação para viagens.

No apagar das luzes de 2011, com o fim do projeto do Núcleo de Futebol de Base do Barras em Água Branca - provocado também em virtude da pressão de alguns barrenses junto a então diretoria, devido o trabalho em Água Branca estar ganhando muita projeção, superando inclusive ao desenvolvido em Barras -, ficou na cidade do Médio Parnaíba uma grande onda de saudosismo, especialmente entre os que viveram aquela época do Núcleo do Barras. 

O carinho dos aguabranquenses com o Barras Futebol Club é tão grande que em nenhuma outra cidade, incluindo a cidade de Barras, se ver nos últimos anos mais pessoas vestidas nas ruas com camisas do Leão do Marathaoan!

Nota-se que o carinho dos aguabranquenses para com o clube barrense é ainda maior quando se adentra a casa do senhor Nezim, 85 anos, sindicalista atuante, de visão política de esquerda, localizada à Avenida José Miguel, uma das mais importantes da Capital Econômica do Médio Parnaíba Piauiense. Lá na residência do senhor Nezim, que vem a ser o pai do professor Ivaldo Ivaldo Rômulo, logo na entrada, num dos quartos da direita, você se depara com um verdadeiro museu do Barras Futebol Club: quadros nas paredes com formações da agremiação, inclusive do time profissional, garrafinhas d'água padronizadas, banner's usados em competições, camisas das mais diversas usados pelo Barras desde sua fundação em 15/11/2014, troféus ganhos em competições do Núcleo de Água Branca.

Ainda existem na Web fotoblog's com várias imagens desse trabalho em Água Branca e você pode ver clicando aqui: vibeflog.com/nucleobarrasaguabranca e vibeflog.com/junioresdobarrasfc, além do blog junioresdobarrasfc.futblog.com.br

Enquanto que na cidade sede não se sabe nem onde anda os troféus ganhos do Campeonato Piauiense de 2008, dentre outros, em Água Branca a história do Barras Futebol Club é preservada e carinhosamente escrita em respeito a memória e a gratidão pelos três anos de instalação do Núcleo de Futebol Junior.

Abaixo, várias fotos do time do Barras Futebol Club, quando tinha seu núcleo de futebol júnior em Água Branca/PI.











































































Existia também o time de futsal do Barras Futebol Club, que nos moldes do Núcleo de Futebol Junior de Água Branca, tinha toda a estrutura necessária. Veja fotos abaixo:











Reações:
 
Top