Com histórico familiar "filha de mãe solteira", menina acompanhada de comparsa provoca pânico na zona sul de Teresina.
Na noite desta Quarta-feira (03), policiais militares fizeram a apreensão de uma menor de 15 anos acusada de participar de um assalto a mão armada a uma residência no Bairro Cristo Rei, zona Sul de Teresina.
Segundo informações das vítimas, a menor estava acompanhada de um adolescente identificado como Bruno, os dois invadiram uma casa e roubaram o veículo e uma televisão da família. Houve perseguição e na fuga, o jovem acabou deixando a menor para trás. Tanto a menina como o menino são filhos de mães solteiras, histórico familiar registrado na maioria quase que esmagadora dos menores de idade apreendidos. Quando não são filhos de mães solteiras são de pais separados e vivem sob a guarda da mãe.
A menina relata que agora a única coisa a fazer é assumir o erro. “Era só um rapaz que estava comigo, se chama Bruno mas é conhecido como 'pingo' da Jerusalém, nós somos só amigos. Nós botamos a arma no homem e pegamos as coisas. Eu nunca tinha sido presa, mas agora é só sustentar”, declarou ela.
 Uma das vítimas declarou que viveu momentos de terror. “Ela chegou acompanhada dele e colocaram a arma na cabeça do meu irmão. Só que eu chamei meu cunhando e a gente saiu em perseguição. Graças a Deus ele abandono o veículo e eu consegui recuperar o veículo e a televisão. Nós só não esperávamos que ele ia abandonar ela também. Eles foram bastante violentos, diziam que se a gente não ajudasse iam nos matar, foi horrível”, disse.
O cabo Flávio, do 1° batalhão afirmou que o jovem acompanhante da menor já é conhecido. “Nós vamos levar os pertences de volta e acompanhar as vítimas para prestar depoimentos. A menor vai ser levada para a Central de Flagrantes para os devidos procedimentos. O Bruno que acompanhava ela é da Jerusalém, e é bastante conhecido nosso”, afirmou.
Reações:
 
Top