Alguns dos imortais da Academia de Letras do Vale do Longá reunidos na solenidade.
O Hino da Academia de Letras do Vale do Longá - ALVAL, foi apresentado e executado pela primeira vez em solenidade da instituição de cultura realizada no auditório da OAB - Ordem dos Advogados do Brasil, em Teresina no dia 23 de Outubro de 2014. A ALVAL é presidida pelo médico cardiologista e escritor José Itamar Abreu Costa e foi fundada em 23 de Setembro de 1978, constituindo-se no segundo mais antigo cenáculo de letras do Estado do Piauí, ficando atras somente da Academia Piauiense de Letras.

A letra e música do Hino da ALVAL é do poeta e compositor Francisco das Chagas Oliveira Monte, o Francy Monte (foto ao lado), imortal do sodalício piauiense com sede em Barras e região geográfica abrangendo mais 39 municípios do norte do Estado do Piauí, congregando no seu seio acadêmico os mais representativos nomes da inteligência regional.

Francy Monte é também o autor do Hino do Município de Barras, Hino do Município de Cabeceiras do Piauí, Hino do Barras Futebol Club, Hino da Sociedade Esportiva Tiradentes.

Abaixo, veja a letra do Hino da Academia de Letras do Vale do Longá

Poemas palavras pensamentos
Escritos eternizadamente
Saudades segredos sentimentos.
Vividos verdadeiramente.

Lirismos lapidam liberdades,
Vontades, viagens versejadas,
Estilos encantam entidades,
Dimensões divinas desejadas.

Refrão

Vale do Longá academia,
Inconteste imortalidade,
Rio raiz riqueza, rebeldia,
Fonte fecunda felicidade.

Cadeiras, caminhos conquistados;
Doutrinas, destinos defendidos,
Patronos, primeiros premiados,
Memórias, momentos merecidos.

Artistas abraçam amizades,
Pensantes, poetas , prosadores,
Corações cantantes, claridades.
Semblantes serenos, sonhadores
Reações:
 
Top