Passada a eleição, agora começam as medidas negativas. Três dias após o resultado que deu vitória a Dilma Rousseff, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou a taxa Selic a 11,25% ao ano. A decisão vale até o início de Dezembro.
Esse foi o maior aumento na taxa de juros desde outubro de 2011 e da primeira alta desde abril deste ano.
Além do aumento da taxa de juros, o mercado também anda ansioso com o aumento da inflação, que já está acumulada em 6,75%, mas deve subir ainda mais com o aumento dos combustíveis previsto para ocorrer no mês de novembro.
Reações:
 
Top