A falta de responsabilidade dos motoqueiros no trânsito faz deles as principais vítimas.


Números divulgados pelo Hospital de Urgência de Teresina (HUT) nesta sexta-feira (24), revelam que mais de 80% dos casos atendidos na unidade de saúde são provenientes de acidente envolvendo motociletas. De janeiro até o dia 23 de outubro, foram regidtrados 12.332 atendimentos de vítimas de acidentes de trânsito, destes 9.955 envolveram motos. 
O dados mostram que somente nos primeiros 20 dias de outubro, já foram atendidos 1.001 pacientes vítimas de acidentes, sendo 829 acidentes com moto e considerados casos graves.
As estatísticas informadas pelo HUT constataram ainda que a maioria das vítimas de acidente de moto são homens com idade entre 21 e 40 anos. Em segundo lugar, estão as vítimas com idade inferior a 20 anos.
Segundo o diretor geral do HUT, Gilberto Albuquerque, os traumas mais frequentes em pacientes vítimas de acidente de moto são fraturas de membros inferiores e superiores (braços e pernas), fraturas na face, perda de tecidos e traumatismo craniano.
Para Amanda Brandim, psicóloga do HUT, é importante realizar ações de educação preventiva à população em geral,bem como junto ao paciente que sofreu o acidente e está em tratamento. “Percebemos que o HUT trata muitos pacientes vítimas de acidente de trânsito que são reincidentes”, conta. 

Reações:
 
Top