O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar ainda esta semana recurso do candidato a deputado federal Tomaz Teixeira (PMDB) cujos votos não foram computados na apuração do último domingo (05), deixando o candidato Flávio Nogueira (PDT) na primeira suplência pela falta de 400 votos, situação que possibilitou a eleição de cinco deputados pela coligação encabeçada pelo senador Wellington Dias.

De acordo com levantamento da coligação, o jornalista Tomaz Teixeira foi votado por mais de 1.700 eleitores, votos mais do que suficientes para assegurar a eleição de Flávio Nogueira e a ampliação de cinco para seis do número de deputados federais da coligação que defendeu a reeleição do governador Zé Filho.

Consta que os votos de Tomaz Teixeira não foram computados porque ele deixou de entregar à Justiça Eleitoral uma certidão negativa do Juizado de Pequenas Causas, motivo considerado inconsistente para invalidar a votação. Caso os votos sejam validados, estarão postas as condições para diminuir uma vaga da coligação de Wellington, remetendo o capitão Fábio Abreu (foto acima) para a primeira suplência.

(*) Gp1
Reações:
 
Top