Pouco mais de R$ 2 milhões. É o valor do contrato da Fundação de Esportes do Piauí - FUNDESPI com a construtora Oliveira, para construção de um estádio de futebol em Esperantina, cidade da região da Grande Barras, distante 50 quilômetros da Terra dos Governadores.

Os recursos para a construção do estádio foram obtidos através de emenda parlamentar do deputado federal Marllos Sampaio (PMDB), repassados pelo Governo do Piauí a FUNDESPI à época presidida por um sobrinho de Marllos Sampaio indicado para o cargo com apenas 19 anos de idade, filho do atual presidente da Assembléia Legislativa do Piauí, deputado estadual Themístocles Sampaio Pereira Filho.





Passados quase dois anos apenas uma placa indicando a construção da obra reside intacta na zona urbana de Esperantina, cidade de 39 mil habitantes distante 180 quilômetros de Teresina. Desportivas esperantinenses mantiveram contato com a editoria do tribunadebarras.com reclamando do abandono da obra e questionando para onde foram os R$ 2 milhões repassados a FUNDESPI e não investidos na construção do estádio.

Reações:
 
Top